Cristãos indianos enfrentam a maior perseguição de sua história
03/05/2018 20:56 em Noticia

Segundo dados da Organização Portas Abertas os cristãos da Índia estão enfrentando a perseguição mais violenta de sua história. Em 2018, o país subiu nove posições da Lista Mundial da Perseguição e se  tornou a 11º nação onde a igreja enfrenta maior perseguição por causa da fé.

Estimativas da Portas Abertas relatam que ao menos oito cristãos foram mortos no último ano e quase 24 mil agredidos. Pelos menos 34 igrejas foram atacadas e danificadas e 336 cristãos tiveram que abandonar suas casas.

Uma das causas do crescimentos da perseguição é a crescente influência do radicalismo hindu. Grupos hindus como o Rashtriya Swayamsevak Sangh (RSS), Shiv Sena e Vishva Hindu Parishad (VHP) realizam ataques constantes e não são punidos pelas autoridades. A explicação é que as autoridades estaduais e nacionais são muitas vezes dominadas pelo Partido do Povo Indiano (BJP), que possui influência hindu.

Enfrentando a perseguição

Imagem: DivulgaçãoMesmo diante do medo e da incerteza, muitos cristãos são encorajados a arriscarem suas vidas para promover o Reino de Deus. Como Reena, uma jovem de 20 anos. Sua família tem origem hindu, mas seus pais se converteram quando ela ainda era muito jovem. Ela sempre soube que a perseguição fazia parte da vida cristã, porém não imaginava que as consequências poderiam ser tão devastadoras.

“Quando pequena, crianças hindus não queriam brincar comigo. Mais tarde meus pais foram proibidos de usar o abastecimento de água local. Eles tinham que caminhar muitos quilômetros para tirar água de um rio”, conta.

Anos depois, trabalhando como professora, Reena ficou sem receber salário por meses. Outra escola lhe prometeu um emprego e durante uma reunião lhe ofereceram alguns doces contendo alguma droga. Reena acordou dez dias depois em  um lugar  localizado a 15 horas da sua cidade natal.

Com a ajuda de um amigo ela conseguiu voltar para casa. O diretor da escola chegou a ser questionado pela polícia, mas não foi preso e ainda prometeu se vingar de Reena. Ela precisou se mudar e agora vive com um irmão em outra cidade.

Com a colaboração da Portas Abertas, Reena recebeu assistência médica em meio a situação traumática.

“Quero agradecer a todos aqueles que me apoiaram por meio de orações, ajuda financeira e estiveram comigo em todas as minhas lutas e em  tudo que passei. É por causa da sua ajuda que sou uma pessoa nova e recuperada”, agradece.

A perseverança dos cristãos na Índia nos remete à segunda carta do apóstolo Paulo para a igreja de Corinto, uma igreja perseguida. Ele a incentiva a persistir em meio às adversidades dizendo: “De todos os lados somos pressionados, mas não desanimados; ficamos perplexos, mas não desesperados; somos perseguidos, mas não abandonados; abatidos, mas não destruídos” (2 Co 4.8,9). Tudo isso por enxergar uma vida de plenitude e graça mesmo diante da dor e aflição, sabendo que os nossos sofrimentos leves e momentâneos produzem para nós uma glória eterna.

 

FONTE: http://www.verdadegospel.com/cristaos-indianos-enfrentam-a-perseguicao-mais-violenta-de-sua-historia/?area=1

COMENTÁRIOS
Ofertas